Entenda a influência da iluminação dos supermercados na qualidade dos produtos

A iluminação dos supermercados deve receber uma atenção especial dos empreendedores, uma vez que se trata de um quesito que afeta diretamente a qualidade dos produtos, pois é capaz de preservar os alimentos e influenciar na cor dos produtos.

Além disso, a iluminação dos supermercados também influencia diretamente na experiência do consumidor e, por essas razões, é fundamental que os empresários da área se atentem às novas tecnologias.

Se você deseja saber mais sobre o tema e descobrir como a iluminação dos supermercados influência na qualidade dos produtos, continue a leitura deste post para conferir todos os detalhes apresentados pela Viviane Guimarães, do departamento de marketing da SX Lighting!

Qual é a importância da iluminação em supermercados?

Um supermercado que conta com a iluminação adequada, além de preservar seus alimentos, também consegue chamar a atenção de seus consumidores.

Isso ocorre porque, apesar de os sistemas de iluminação passarem despercebidos pela maior parte das pessoas que transitam pelas lojas, a realidade é que ele é capaz de determinar o sucesso da venda de um produto, sendo que, para tanto, basta que ele receba a luz adequada.

Especialmente no ramo alimentício e de supermercados, quanto mais frescos os alimentos aparentam ser, mais atraentes eles são para o consumidor. Nesse sentido, as luminárias LED, por exemplo, concedem texturas atrativas e cores vivas ao produto.

A iluminação não apenas atrai os clientes a comprarem, mas também melhora a experiência do consumidor na loja em geral, pois a visibilidade é mais clara. Além disso, os LEDs com eficiência energética ajudam também o ambiente e reduzem o retorno do investimento.

Dessa maneira, no caso dos supermercados, uma boa iluminação dos expositores destaca as cores naturais dos alimentos e faz com que o produto se torne mais sugestivo em razão de sua aparência de alimento fresco, afinal, a cor e a naturalidade dos itens é realçada.

Qual é a iluminação adequada para supermercado?

De acordo com Viviane, a tecnologia LED é a melhor opção para os supermercados, pois ajuda a manter os produtos frescos.

Além disso, os LEDs não emitem calor, raios UVA ou infravermelhos e, por essa razão, são ideais para iluminarem os itens que são oferecidos ao consumidor. A substituição de unidades de luz nos móveis frigoríficos, por exemplo, faz com que os alimentos não se deteriorem em áreas que, em geral, se perde muita mercadoria.

Os diodos emissores de luz (LEDs) são uma tecnologia alternativa para a conservação de alimentos, sendo que existem, inclusive, estudos e artigos publicados que comprovam esse fato.

De acordo com uma pesquisa publicada na Food Safety Magazine, uma equipe de pesquisadores da Universidade Nacional de Cingapura comprovou a eficácia do LED na inativação de alguns importantes patógenos de origem alimentar: Listeria monocytogenes, Salmonella typhimurium e Escherichia coli O157:H7.

Durante o referido experimento, os pesquisadores, inicialmente, promoveram culturas desses microrganismos a temperatura de 15°C. Depois, elas foram submetidas a diferentes tempos de iluminação com LED (entre 0 e 7,5 h) e a diferentes valores de acidez (pH entre 4,5 e 9,5).

Para avaliar o efeito do LED, os cientistas analisaram o desenvolvimento das bactérias submetidas ao LED com aquelas que, apesar de terem sido mantidas nos mesmos pHs e temperatura, não estavam expostas à luz.

O resultado obtido foi a confirmação de que há eficácia da iluminação com LED para a destruição dos microrganismos. Nesse sentido, o efeito antibacteriano deriva da capacidade da luz azul para realizar a inativação fotodinâmica de bactérias que contêm compostos sensíveis.

Como a iluminação de cada seção deve ser trabalhada?

Um supermercado conta com diferentes áreas, e cada uma delas deve ser trabalhada de maneira distinta. Afinal, elas contam com peculiaridades que interferem na escolha dos dispositivos para conferir a luminosidade adequada aos ambientes.

Para ajudá-lo a entender melhor sobre o assunto, vamos apresentar, a seguir, a eficiência da iluminação dos supermercados em cada seção!

Peixes e mariscos

O peixe é um alimento que deve ser mantido frio a todo o momento. Muitas vezes, os supermercados o mantém em cima de uma camada de gelo picado, a fim de deixá-lo fresco e com uma temperatura constante.

A iluminação adequada nessa seção é capaz de ressaltar a umidade da pele e o brilho das escamas, o que faz com que eles pareçam como se tivessem sido pescados recentemente. Além disso, as luzes também criam uma atmosfera que anima os clientes a comprarem de acordo com a aparência dos produtos.

Uma alteração na iluminação dos lineares de alimentação implica no incremento da vida útil dos produtos comercializados, uma vez que a exposição prolongada ao calor e à radiação ultravioleta pode decompor o peixe.

Carnes

Na seção de carnes, por sua vez, a iluminação influencia diretamente na apresentação dos produtos e faz com que eles pareçam frescos, pois a cor é o atributo mais importante para o cliente na hora de decidir sua compra.

Quando as cores naturais da carne são ressaltadas, o produto exibe uma imagem fresca e sugestiva. Já nos casos em que há a utilização de uma luz demasiado incidente, pode haver a oxidação da mioglobina, provocando a alteração da cor da carne de vermelho para castanho.

Assim, cuidar da iluminação dos supermercados é fundamental para evitar a descoloração das carnes.

Frutas e legumes

A seção de frutas e legumes, em geral, conta com produtos que ficam expostos ao ar livre. Por isso, uma iluminação nítida e brilhante é vital para que eles adquiram um aspecto fresco e cintilante, que realce a qualidade e faça com que eles sejam irresistíveis para os clientes.

Contudo, é válido destacar que uma iluminação ruim ou escolhida da fonte errônea é capaz de descolorir as frutas e legumes e, consequentemente, fazer com que eles pareçam menos apetitosos.

Padaria e confeitaria

Já na seção de pães e produtos de confeitaria, a iluminação também deve ser pensada para obter o máximo de cada produto. Nesse ramo, as pessoas procuram por produtos frescos, por isso, é importante contar com uma iluminação que intensifique as cores douradas e intensas, assim como que combinem diferentes aberturas de feixe e intensidade de luz.

O pão é um produto de rotação rápida, que não é muito sensível aos efeitos da luz —motivos que fazem com que seja possível intensificar o brilho e o tom para torná-lo ainda mais atrativo aos clientes.

Agora que você já sabe qual é a influência da iluminação dos supermercados na qualidade dos produtos, deve ter percebido que é fundamental contar com um projeto luminotécnico adequado para aumentar a eficiência energética, alavancar as vendas e preservar os alimentos.

Se você gostou das dicas deste post, inscreva-se em nossa newsletter e receba nossos novos conteúdos diretamente em seu e-mail!