Luminária pública LED: o que considerar para escolher a melhor?

A gestão pública é responsável pela adoção de medidas que venham a melhorar a vida dos cidadãos. A população anseia por cidades iluminadas e que sejam mais seguras para a locomoção nos horários noturnos. Os gestores públicos já podem contar com tecnologias voltadas para o segmento da iluminação pública e que auxiliam com essas questões.

Neste post, vamos falar sobre a real importância de uma boa iluminação pública, além de ressaltar os principais motivos pelos quais é essencial adquirir luminária pública LED de qualidade e com boa certificação. Além disso, vamos apontar os principais pontos que devem ser considerados para a escolha dos dispositivos ideais e explicar detalhes sobre vida útil, manutenção e muito mais.

Deseja saber mais sobre luminária pública LED? Fique por dentro!

Quais são os motivos para escolher luminárias públicas LED?

A escolha das luminárias públicas de LED ideais deve ser realizada durante a execução dos projetos de iluminação. A decisão pelos dispositivos com tecnologia de ponta vai além dos aspectos estéticos nos lugares que contam com praças, pontos turísticos, comerciais ou monumentos históricos.

Os espaços devem permitir a movimentação de pessoas de forma segura. Luminárias de LED possibilitam a visualização das cores das paisagens e outros ambientes atrativos.

Sem falar na segurança que elas proporcionam pelo aumento da visibilidade das pessoas que transitam pelos espaços públicos, facilitando a identificação de criminosos. Os preços desses dispositivos são mais elevados do que os tradicionais, contudo, eles geram um excelente retorno.

As lâmpadas convencionais têm vida útil reduzida, falham muito, devendo ser trocadas a cada dois anos, aproximadamente, e exigem manutenção constante. Já as luminárias LED podem durar até 10 anos sem exigir troca ou reparos. Com isso, a administração pública economiza recursos em médio e longo prazo, os quais podem ser investidos em outros setores.

Qual é a real importância de uma boa iluminação pública?

É essencial adquirir luminárias de qualidade e com boa certificação para garantir uma boa iluminação pública. Os sistemas de gestão, softwares e dispositivos inteligentes estão impactando esse segmento com alternativas muito interessantes. As novas tendências estão revolucionando os centros urbanos e tornando-os mais seguros a cada dia.

Já a telegestão auxilia no controle e racionamento remoto dos dispositivos por meio da Internet, com transferência de dados em um centro de controle. Se a tecnologia permite o acesso à Web, pode-se fazer um Wi-Fi que será distribuído pela região. Além de as câmaras de segurança transmitirem informações, há outros benefícios, por exemplo:

  • economia de recursos financeiros;
  • sustentabilidade e proteção ao meio ambiente;
  • atendimentos aos requisitos legais;
  • redução de despesas com manutenção;
  • reprodução de cor planejada.

Esse avanço tecnológico inclui também o videomonitoramento, por meio da qual é possível acompanhar o movimento de automóveis e pessoas nos ambientes públicos. Há, ainda, recursos que otimizam o tempo de semáforos, reduzem o engarrafamento e melhoram significativamente o fluxo do trânsito. Os pontos de iluminação podem ser acionados por sensores instalados nas luminárias LED.

Quais pontos devem ser considerados para escolha de luminária pública LED?

Vários pontos precisam ser levados em conta por quem escolhe as luminárias públicas de LED. Entre eles, podemos citar o tempo de garantia, a durabilidade, o atendimento e o suporte oferecidos pelo fornecedor, além do retorno dos investimentos, os custos dos projetos luminotécnicos, entre outros.

Confira, abaixo, os fatores mais analisados na hora de selecionar esses dispositivos!

Vida útil L70 acima de 70.000 horas

A garantia da durabilidade está relacionada ao índice de manutenção L70, que corresponde à vida útil acima de 70.000 horas de uso. Quem fornece essa informação são os fabricantes, que sabem quando ocorre a depreciação do fluxo luminoso.

Normalmente, a luminária LED atinge mais de 100.000 horas funcionando perfeitamente, por contar com tecnologia avançada.

Articulação própria

A parte mecânica das luminárias e refletores de LED conta com fixação e articulação própria para que os dispositivos ofereçam praticidade aos usuários. Essa é uma preocupação do fabricante para atender às necessidades dos clientes e conseguir trabalhar com projetos luminotécnicos eficientes. Os itens podem ser ajustados para todos os lados, para cima e para baixo.

Fácil acesso ao driver e protetor de surto

As luminárias devem funcionar em conjunto com o protetor de surto, que atua para desviar a corrente de energia desordenada e evitar a queima dos aparelhos eletrônicos. Ele é um dispositivo de proteção que protege os equipamentos de descargas elétricas enviadas para o aterramento. Em virtude disso, os itens não recebem a sobretensão além do que podem suportar.

Existem três classes de protetores de surto no mercado, com instalação diferenciada e que deve ser realizada por profissionais especializados. A classe I protege o sistema elétrico das descargas atmosféricas. A classe II atua contra tensões residuais ou induzidas pela instalação. Já a classe III evita tensões que surgem das instalações.

O acesso ao driver é indispensável por que ele forneça parâmetros de potência, tensão e corrente para os dispositivos de LED. Há o driver comum, para os comandos On/Off das luminárias, e o driver mais avançado, que possibilita a dimerização da iluminação LED. Eles fazem parte dos itens primordiais para a habilitação do sistema de telegestão.

Índice de proteção IP 66

O índice de proteção IP 66 garante que o dispositivo é eficiente contra intempéries climáticas e chuvas. Dessa maneira, equipamentos de LED são aplicáveis em áreas externas, não importando as condições do clima. Eles são resistentes aos impactos e têm cinco anos de garantia, conforme os padrões da ABNT NBR IEC 60529:2017.

Fabricação nacional

As luminárias de LED devem ser projetadas por times de engenharia que atuam no Brasil para garantir segurança e suporte ágil aos usuários. Uma fábrica nacional é mais acessível para eventuais trocas de equipamentos e oferece atendimento de excelência aos seus clientes.

Já as empresas situadas fora do país levam um tempo maior para dar retorno e é preciso aguardar as mercadorias chegarem pelos Correios ou outras formas de frete.

Escolha de luminárias conforme Portaria nº 20/2017 do INMETRO

A Portaria nº 20 do INMETRO impõe os requisitos de desempenho e segurança das luminárias LED. A norma apresenta exigências sobre características fotométricas, índice de uniformidade, distribuição de luminosidade, eficiência energética, entre outras.

As disposições devem ser cumpridas pelas empresas públicas e privadas para evitar prejuízos e transtornos com a fiscalização.

Agora, você já sabe o que considerar para escolher a melhor luminária pública LED! Conte com o auxílio de uma empresa especializada em soluções em iluminação de LED para escolher os equipamentos ideais para o seu projeto. A SX Lighting oferece atendimento consultivo, produtos de qualidade, com o melhor custo-benefício do mercado.

Gostou do conteúdo? Então, conheça nossa linha de produtos de iluminação LED industrial, supermercados e pública!