Saiba tudo sobre iluminação. Assine nossa newsletter!

O que você precisa saber sobre iluminação pública de LED? Confira!

A iluminação pública de LED é uma medida cada vez mais presente nas cidades. Os benefícios proporcionados para a administração pública e para a população têm impulsionado as políticas de incentivo para a mudança gradativa das luminárias em todo o país.

A portaria 20 do Inmetro determinou critérios de produção e qualidade para os fabricantes dessas luminárias LED. Essa é mais uma garantia da qualidade proposta por esse tipo de iluminação se comparado aos modelos adotados antigamente.

Para entender um pouco mais sobre os benefícios e as vantagens proporcionadas pela iluminação pública de LED, continue a leitura!

Os benefícios para a gestão das cidades
O LED é um tipo de tecnologia em constante avanço e evolução na iluminação. Esse modelo tem diferenciais competitivos em relação aos modelos utilizados pelos setores públicos nas vias e nas estradas.

Essa tecnologia consegue entregar, por exemplo, mais qualidade de cor e muito mais fluxo luminoso — mesmo em potência muito menor. Isso significa dizer que o consumo de energia para a produção da mesma quantidade de luz é menor se comparado aos modelos tradicionais de carga de alta pressão.

Nesse sentido, o LED proporciona para a gestão das cidades uma economia de custos. Afinal, os municípios também precisam arcar com despesas com o consumo de energia. Ou seja, tal qual um consumidor precisa pagar sua conta de luz, a prefeitura também tem esse gasto fixo mensalmente.

As luminárias de vapor de sódio — aquelas com tons amarelados — e de mercúrio são modelos com menor índice de reprodução de cor. Isso significa que elas impactam e modificam a distinção de cores. Um veículo branco, por exemplo, ganha tons de creme por conta do tipo de radiação desses modelos.

A tecnologia de LED, por outro lado, garante um melhor e maior índice de reprodução de cor. Dessa forma, um veículo em tons claros não tem sua cor distinguida pela radiação de luz. Em vias públicas, essa percepção de cores é fundamental para garantir a segurança dos motoristas.

As únicas lâmpadas que têm índice de reprodução e qualidade de luz semelhante ao da tecnologia LED são as de vapor metálico. Elas estão presentes nas praças de pedágio e nos estádios de futebol — visto que a transmissão da televisão precisa de alta precisão de cores. As luminárias de vapor metálico, entretanto, geram gastos altíssimos.

Para as cidades, o ideal é adotar a troca das luminárias de forma gradativa. Ao trocar o padrão de iluminação de certa via, a tendência é que isso seja feito já com a tecnologia LED. Dessa forma, a mudança acontece progressivamente, sem causar grande impacto em custos.

É importante também que a gestão pública encare a tecnologia LED como um investimento. Inicialmente, o gasto a ser efetuado para adquirir uma luminária de LED é superior ao feito para comprar luminárias de vapor de mercúrio, por exemplo. Entretanto, a diferença de preço será abatida durante os meses de uso.

Ao substituir 200 lâmpadas de vapor de mercúrio por luminárias LED, é possível gerar uma economia de cerca de 310 megawatts anuais.

A luminária de LED também oferece outro benefício para as cidades: o tempo de vida útil. Normalmente, as luminárias dessa tecnologia precisam de menos manutenção se comparadas aos modelos antigos.

O tempo de vida de uma luminária de LED é superior a 100 mil horas, tendendo a entregar uma distribuição fotoluminotécnica de maior qualidade, o que significa dispor a iluminação nos pontos que realmente interessam.

Os benefícios para a população
A grande vantagem oferecida pela tecnologia LED para a população está no quesito segurança. Por conseguir dispor melhor a luz, os pontos de escuridão nas vias públicas, praças e estradas são reduzidos.

As luminárias de vapor de mercúrio e sódio têm menos tempo de durabilidade do que as de LED. Por isso, é comum encontrarmos vias com postes cujas luminárias estão queimadas. Essa manutenção é prolongada e dificultosa, devido aos prazos de editais de compras necessários para a administração pública.

Manter luminárias que permaneçam com sua qualidade de fotoluminosidade durante o maior tempo possível permite ter ruas iluminadas por mais tempo. Esse benefício traz impactos na redução da criminalidade, tendendo a coibir assaltos e violência.

Outra vantagem para a população está nas estradas. Com as luminárias de LED, o campo de visão do motorista é beneficiado, ampliando a percepção de cores, da sinalização e dos veículos ao redor. Isso é fundamental para uma direção mais segura.

A iluminação de LED em praças também é fundamental para diminuir pontos de violência. O benefício pode se estender até mesmo à redução da necessidade de patrulhamento em algumas regiões, visto que é mais fácil ser surpreendido por um estranho escondido na escuridão, por exemplo.

O que levar em conta na hora de escolher o fornecedor
Para obter todas as vantagens proporcionadas pelas luminárias de LED, é imprescindível ter um fornecedor de qualidade. Portanto, a administração pública não pode deixar de fazer uma profunda análise e estudo das potencialidades da empresa que prestará o serviço de iluminação pública.

Antigamente, a qualidade das luminárias ficava dependente das necessidades e determinações estipuladas pelos editais. Atualmente, existem diferentes certificações obrigatórias para garantir a qualidade de uma luminária.

O Inmetro, em parceria com diferentes laboratórios brasileiros, construiu um programa voltado para as inúmeras variedades que as luminárias para vias públicas precisam ter. Todas as regras e requisitos foram estipulados por um programa sólido de proteção ao usuário, sendo muito mais seguro do que as determinações de um simples edital, por exemplo.

O fornecedor precisa estar adequado com o produto luminária pública atendendo às exigências da portaria 20 do Inmetro, trazendo todos os ensaios garantidos em cada característica solicitada, que são:

1) Relatório LM80: garantindo a durabilidade da vida útil L70 e temperatura de cor, conforme IESNA LM-79-08;
2) Relatório LM79: garantindo a eficácia real do produto, curva fotométrica, fator de potência e distorção harmônica (THD) conforme IES LM-79-08, NBR 5101/2012 e IEC 61000-3-2:2014;
3) Ensaio Resistência ao vento conforme ABNT NBR 15129:2012;
4) Ensaio Resistência à radiação ultravioleta conforme ASTM G154;
5) Ensaio Resistência impacto mecânico conforme ABNT NBR IEC 62262:2015;
6) Ensaio Resistência à vibração conforme ABNT NBR IEC 60598-1:2010;
7) Ensaio de grau de proteção conforme ABNT NBR IEC 60529:2017;
8) Entre outros ensaios e certificações.

A iluminação pública de LED é uma maneira de garantir qualidade e segurança para a população. A administração pública obtém economias imediatas — devido ao maior tempo de durabilidade e à diminuição na conta de luz —, mas também percebe impactos positivos na questão de segurança pública e patrulhamento.

Pensando em qualidade para iluminação pública de LED, a SX Lighting é uma empresa que entende a importância de todos os ensaios para garantir a segurança do investimento dos seus clientes e, por isso, aplica todos eles em suas linhas de produtos.

Se você está em busca de qualidade e serviço de alta tecnologia para a iluminação pública da sua cidade, entre em contato imediatamente com a SX Lighting.

João Pedro Freire

João Pedro Freire

Marketing e Desenvolvimento de Produto na SX Lightinhg
Focado em marketing digital e vendas B2B
Desenvolvimento de processo e gestão
João Pedro Freire

Últimos posts por João Pedro Freire (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Rua José Ayrton Machado, 150
    Feital - Pindamonhangaba, SP
    CEP 12441-265

  • (12) 3641-6522