Saiba como interpretar projeto luminotécnico!

Para reduzir custos do negócio, os gestores devem buscar aplicar estratégias para tornar a utilização dos recursos mais inteligente e eficaz. Uma das frentes é a otimização da eficiência energética. Mas como fazer e como interpretar um projeto luminotécnico?

Conhecer como funciona o desenvolvimento e a aplicação dele é essencial para saber quais são as oportunidades para melhorar o uso de eletricidade e ajudar você a escolher de forma fundamentada quem vai ser o parceiro do seu negócio nesse processo.

Neste artigo, João Pedro Freire, engenheiro e diretor comercial da SX Lighting, e Kênya Stanco, engenheira da SX Lighting, contam como interpretar o projeto luminotécnico. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

Afinal, o que é um projeto luminotécnico?

Um projeto luminotécnico tem como objetivo tornar o ambiente mais agradável, favorecendo a produtividade e a ergonomia. Ele pode ser implementado em qualquer contexto, seja em um ambiente de casa, seja esportivo ou no trabalho.

É por meio desse projeto que é possível obter a otimização da eficiência energética, refletindo diretamente na redução de custos fixos operacionais. No contexto dos negócios, um projeto luminotécnico deve ser implementado considerando a Norma ABNT 8995-1.

Pela NR 17 (Norma Regulamentadora), apresentada pelo Ministério do Trabalho, para fins de fiscalização, é considerada a normatização anterior a ela. No entanto, ao fazer um ajuste para melhor aproveitamento dos recursos energéticos, não faz sentido investir em uma regra ultrapassada.

Bons gestores pensam na otimização do uso de recursos e isso é obtido por meio da ABNT 8995-1, uma vez que ela está alinhada com as inovações do segmento e às boas práticas internacionais. “Temos uma diminuição da quantidade de luminárias muito grande ao conseguir colocá-las no lugar em que elas devem estar para iluminar”, destaca Kênya Stanco, ao reforçar a importância do projeto luminotécnico pela Norma 8995-1.

Quais as etapas de execução de um projeto?

Antes de ajudar você a aprender como interpretar o projeto luminotécnico, é interessante que você conheça como é o seu processo de construção. Na SX Lighting, temos diversas soluções, mas todas seguem um protocolo padrão para garantir qualidade na sua execução e agregar valor ao cliente. A seguir, confira quais as etapas principais dos nossos projetos.

Contato do cliente

No primeiro momento, o cliente entra em contato conosco por um de nossos canais de atendimento. Nossa equipe vai coletar os dados dele para identificar quem é o nosso parceiro que pode apoiar com a execução in loco do projeto. Hoje, temos parcerias por todo território nacional.

Diagnóstico

Após o retorno informando quem é o parceiro que vai nos apoiar na execução dessa demanda, entramos em contato com o cliente e marcamos reuniões. Nessa etapa, começamos a alinhar as expectativas do projeto.

Para isso, fazemos entrevistas e coletas de dados relevantes para realizar o diagnóstico do cenário. Em seguida, a proposta de contrato é enviada ao nosso cliente.

Desenvolvimento

Depois da formalização da proposta de contrato de prestação de serviços, começamos o desenvolvimento do projeto luminotécnico. O tempo de execução depende do tamanho da demanda, bem como o custo de investimento.

Porém, todo o desenvolvimento do projeto é consolidado considerando as boas práticas para a eficiência energética e as condições do cliente.

Aplicação

A partir do diagnóstico, desenvolvemos um relatório em que o cliente verifica as condições atuais e qual a proposta de projeto. Com a sua aprovação, então, começamos a execução da aplicação das soluções.

Na SX Lighting, toda a gestão do projeto é centralizada. Dessa maneira, o seu negócio não precisa se preocupar com dores de cabeça.

O que é apresentado na Norma ABNT 8995-1?

Em 2013, a Norma ABNT 8995-1 substituiu a Norma ABNT 5413. Ela prevê como deve ser desenvolvido o projeto luminotécnico em ambientes corporativos, ou seja, de trabalho.

Para isso, considera diversos contextos, como o industrial. Com a iluminação adequada, além de reduzir custos por consumo, a produtividade da equipe é impulsionada.

Um ambiente com uma iluminação pobre ou em excesso inviabiliza a boa utilização do espaço. Dessa maneira, os colaboradores não conseguem ser eficientes, afinal, a qualidade da sua capacidade de enxergar é comprometida.

A iluminação inadequada pode causar, inclusive, problemas de saúde. Por isso, um projeto luminotécnico também é uma oportunidade de otimizar a ergonomia.

Como interpretar o projeto luminotécnico?

Um projeto luminotécnico eficiente deve seguir a Norma ABNT 8995-1 e, para mais precisão nos cálculos, ele deve ser submetido a uma ferramenta de análise. O software DIALux, utilizado para o cálculo da iluminação, permite o desenvolvimento do projeto em áreas internas e externas, inclusive de ruas.

Para precisão e qualidade na execução de projetos luminotécnicos, é fundamental garantir a coleta correta de alguns dados, sendo eles:

  • planta baixa da área interna — dimensões do local, altura de instalação das luminárias, distribuição e posição das luminárias atuais;
  • layout de objetivo com altura superior a 0,75 metro — máquinas, bancadas etc., arquibancadas e área de estacionamento, e posição de quaisquer objetos.

As informações são computadas no software e um relatório é gerado. É de rotina o cliente receber o documento escrito com as definições do projeto. No entanto, transpor o que está escrito no papel para uma imagem mental não é fácil. Com certeza, ao receber esse relatório, você vai ficar se perguntando “afinal, como interpretar o projeto luminotécnico?”.

Com o software DIALux, é possível visualizar a aplicação gráfica do planejamento. Dessa forma, o cliente consegue identificar quais são os seus principais ganhos antes que ele seja executado. Isso traz mais segurança para ele e tranquilidade na hora de investir no ajuste luminotécnico.

“Com a representação 3D, começa a ficar mais claro como, realmente, o cenário se comporta dentro do software”, acrescenta João Pedro Freire. Por isso, o uso do DIALux é fundamental para conseguir interpretar corretamente a proposta de solução apresentada no relatório.

Como a SX Lighting atua nessa atividade?

A SX Lighting é uma empresa brasileira de fabricação de iluminação de média e alta potência para indústrias e iluminação pública. Nós executamos projetos luminotécnicos visando à alta performance da sua operação. Nossas soluções são desenvolvidas sob medida para o seu negócio.

Com a nossa equipe de especialistas, você tem todo o suporte necessário durante e depois da execução do serviço contratado. Nossos profissionais estão à disposição para sanar todas as suas dúvidas e, inclusive, ajudar você a aprender como interpretar o projeto luminotécnico. “Nossa equipe está sempre preparada para ajudar o cliente”, reforça Kênya.

Por meio da nossa calculadora de payback, disponível no relatório do projeto, você vai conseguir prever em quanto tempo terá o retorno do investimento. Há negócios que conquistam o retorno em menos de um ano. Entre em contato conosco e solicite agora o seu orçamento!